Almoço de Páscoa

Tags: , , , ,

Almoço de Páscoa

Publicado a 20 Abril 2014 por Carla Rocha

Este ano a Páscoa, ao contrário do habitual, foi passada no Norte do País.

Com o almoço por minha conta, há algum tempo que comecei a ‘desenhar’ a ementa. Estive indecisa entre cabrito ou borrego, mas decidi-me pelo borrego. A ementa foi então: Borrego assado no forno com Batatinhas, Arroz de Forno e Esparregado.

Como o borrego, tal como o cabrito, tem um sabor característico, é necessário temperá-lo de véspera. Assim fiz ontem.

Comecei por lavá-lo muito bem e cortá-lo em pedaços.

 Borrego1

De seguida temperei-o com sal, salsa, alecrim, louro, alhos e cebola.

Borrego2

Por último adicionei vinho branco o suficiente para o cobrir.

Borrego

Ficou a descansar na marinada até hoje de manhã.

O despertar foi cedo, pois gosto de fazer o borrego lentamente.

Comecei por ligar o forno a 180ºC. De seguida preparei o tabuleiro de forno, onde fiz uma generosa cama de cebola, juntei um molho pequeno de salsa, algumas folhas de louro e pimentão doce (colorau).

Borrego

O borrego foi escorrido da marinada e acomodado sobre a cama de cebola.

borrego5

De seguida adicionei um pouco da marinada.

Borrego

Entrou no forno bem cedo…

Borrego6

Entretanto foram descascadas batatas para assar e foram levadas ao forno, num tabuleiro de barro mais pequeno e tapadas com papel alumínio.

Foram temperadas com sal fino, colorau e um pouco de azeite.

O tabuleiro ficou sob uma grelha colocada alguns andares sobre a carne.

Batatas

As batatas estiveram bastante tempo no forno, primeiro sozinhas no tabuleiro de barro e depois quando já se conseguiam espetar, juntaram-se à carne.

O esparregado também não pode faltar. Usei 2 molhos grandes deles. Primeiro houve que separar os talos maiores.

Espinafres

Depois ficaram de molho em água fria durante algum tempo.

Outro acompanhamento indispensável, foi o Arroz de Forno, nada mais do que um arroz feito com uma calda de borrego e açafrão que cozeu inteiramente no forno.

Para começar, deitei num tacho cebola, alhos, louro, salsa, alecrim e azeite. Levei a lume baixo para que as ervas largassem um pouco do seu aroma.

Ervas

Quando começou a ferver, retirei o alecrim e juntei um pedaço de bacon e duas peças de borrego (usei a parte final das pernas).

Arroz

Deixei a carne entalar um pouco e em seguida, adicionei uma quantidade generosa de açafrão.

Açafrão

O passo seguinte foi envolver bem, juntar água, temperar com sal e deixar a calda apurar sob lume brando.

Calda (2)

Como preparei cedo, a calda teve tempo de descansar.

Voltando aos espinafres… ainda bem que fiz os dois molhos deles, pois o resultado final fica bastante reduzido.

A primeira fase para a confecção dos espinafres é a cozedura dos mesmo em água e sal.

Espinafres (2)

De seguida escorre-se muito bem, apertando de forma a largar a maior parte da água.

Aqui pode-se ver o que reduziram em volume!!

Espinafres (3)

Leva-se um tacho ao lume com alhos picadinhos e azeite. Deixa-se estalar um pouco.

Alhos

Junta-se os espinafres escorridos…

21

e envolve-se bem na gordura.

25

Eu também gosto deles assim, contudo para a criançada comer, sob a forma de esparregado ‘assusta’ menos.

De seguida passei a varinha mágica, de forma a obter um puré.

27

Adiciona-se a farinha, envolvendo.

23

E por fim o leite. Mexe-se regularmente de forma a não formar grumos.

17

Eu optei por passar novamente a varinha mágica no final, pois assim obtive um esparregado mais macio.

Por esta altura já tinha juntado as batatas com o borrego.

Foi altura de preparar o arroz. Primeiro separei a carne dos ossos que cozeram e também cortei o bacon em pedaços. Juntei à calda.

32

A calda foi novamente ao lume para ferver e juntei a quantidade de arroz desejada.

Muito embora o arroz coza inteiramente no forno, como faço as medidas a olho, guio-me pelo tacho, pelo que preparo tudo no tacho e depois passo para o tabuleiro de barro.

15

A passar para o tabuleiro.

30

O tabuleiro do arroz pronto a entrar no forno.

26

Devo de ter usado cerca de 800g de arroz. Depois de entrar no forno, já não se mexe até estar pronto.

O tabuleiro ficou por cima do borrego, no lugar onde estavam anteriormente as batatas.

13

O processo de cozedura do arroz de forno é engraçado, a água vai evaporando e o arroz crescendo!

Aqui está à saída do forno. O sabor do arroz de forno é totalmente diferente, tem um sabor muito ‘rústico’, muito saboroso muito.

Depois de sair do forno, há que deixar repousar algum tempo, pois o que restar de caldo, irá evaporar e dar lugar a um arroz bem solto.

Arroz forno

Por fim o borrego e as batatas também já assados.

Borrego

Na hora de servir estava tudo delicioso!!

Prato

A receita do Esparregado está aqui!
A receita da Carne está aqui!

Comentários (0)

Passo a Passo Baguete de Alho e Mozarella

Tags: , ,

Passo a Passo Baguete de Alho e Mozarella

Publicado a 20 Fevereiro 2014 por Carla Rocha

Cá em casa somos todos apreciadores de pão de alho… se for com queijo derretido… ainda melhor. Esta baguete de alho é deveras deliciosa e foi uma das entradas do nosso jantar de dia dos namorados.

A sua confecção é simples e rápida e deve de ser feita na hora, pois quentinha é uma perdição!

Vamos à confecção. Os ingredientes.

baguete3

A primeira etapa consiste em retirar a casca aos alhos e pisá-los muito bem com um pilão.

baguete2

De seguida junta-se a salsa picada, um pouco de sal fino  e por fim azeite em quantidade suficiente para formar um molho grosso.

baguete11

Feito o molho, passa-se para a baguete. Tem que se cortar fatias, mas não as separar.

baguete6

A etapa seguinte é pincelar cada fatia com o molho de alho preparado. Nesta fase tem que se ter cuidado, pois não queremos que as fatias se separem. A forma mais fácil de manusear a baguete, é colocá-la sobre uma folha de papel alumínio.

baguete5

Depois de bem pincelada, leva-se a forno pré aquecido a 180ºc, mas só para corar um pouco. Deve ficar ligeiramente estaladiça.

Entretanto faz-se umas bolas com a mozarella. Deve-se de fazer o mesmo número de bolas do que os cortes que se fez na baguete.

baguete4

Retira-se a baguete do forno e introduz-se uma bola de mozarella entre cada fatia.

baguete9

Depois é só levar novamente ao forno, para que a baguete fique bem estaladiça e a mozarrela derretida.

baguete12

Com cuidado separa-se um pouco cada fatia e, com a ajuda de uma faca, separam-se totalmente.

baguete10

A etapa final é a melhor: delicie-se com uma espectacular fatia de pão de alho e mozarella.

Baguete de Alho

A receita completa está aqui.

Comentários (0)

Passo a Passo Bolachas Red Velvet

Tags: , ,

Passo a Passo Bolachas Red Velvet

Publicado a 13 Fevereiro 2014 por Carla Rocha

Eu gosto de qualquer coisa Red Velvet, seja bolo, cupcake e agora também estas deliciosas bolachas. Já há algum tempo que tinha esta receita guardada e hoje foi dia de por a mão na massa.

Tive a ajuda preciosa da minha mini chef, que fez a maior parte do trabalho, eu fotografei!

É uma receita que requer um numero significativo de ingredientes e o segredo é prepará-los com antecedência… foi o que fiz. Na hora da preparação foi só juntar tudo.

Vamos à confecção.

Comecei por picar o chocolate branco. Podia ter comprado pepitas, mas como tinha em tablete, resolvi usar.

chocolate branco

De seguida preparei a baunilha, pois resolvi usar baunilha em vagem.

Baunilha

A baunilha foi misturada ao leite. Na foto seguinte podem-se ver o leite, o sumo de limão e o corante já preparados.

liquidos

Uma foto de todos os ingredientes.

Ingredientes

A partir daqui foi a mini chef Joana que tomou as rédeas.

Peneira-se a farinha com o cacau, o bicarbonato, o fermento e o sal.

Peneirar

Começa a fase da batedeira. A primeira etapa é bater a manteiga com o açúcar.

manteiga e açúcar

Quando a mistura está fofa, juntam-se os líquidos. Primeiro o leite…

leite

depois o sumo de limão e…

sumo limão

finalmente o corante.

corante

Reduz-se a velocidade à batedeira e adiciona-se a mistura da farinha.

farinha

Nesta foto, pode-se ver tudo já bem batido.

massa

Depois vem a fase de juntar o chocolate à massa com a ajuda de um salazar.

chocolate

Depois desta adição, a massa deve de repousar no frigorífico, pelo menos 2 horas, pois a massa é uma massa mole e difícil de moldar. O tempo no frio, vai permitir que seja manuseada.

Tapa-se e leva-se ao frio.

tapar

Durante o repouso, preparámos os Queques de Manga Laranja e Chocolate.

Passadas 2 horas, os queques já estavam prontos e nós começámos a moldar as bolachas. Eu formava e a J passava-as por açúcar em pó.

Para mexer na massa é importante ter as mãos gordurosas. Eu optei por untar as mãos com óleo em spray, aliás tive que lavar as mãos e voltar a untar algumas vezes, pois ao fim de algum tempo já começavam a colar.

Moldar

Passa-se as bolinhas por bastante, mas mesmo bastante, açúcar em pó. Numa próxima vez ponho mais.

Tapete

É também importante dar algum espaço entre as bolachas, pois vão ‘desmaiar’ e esborrachar-se um pouco. Num próxima vez terei que fazer mais fornadas e dar mesmo mais espaço.

Nas fotos seguintes pode-se ver o desmaio das bolachas!

forno1

forno2

E ainda desmaiaram mais, como se pode ver à saída do forno.

prontas

Para as descolar, passei uma faca entre elas.

prontas1

Foi a primeira vez que as fiz e o aspecto pode não ser o óptimo, contudo o sabor não desiludiu. Red Velvet perfeito!

Red Velvet

Numa próxima vez, apenas terei mais cuidado com o espaçamento, de forma que fiquem mais redondinhas.

Aqui estão elas prontinhas para irem amanhã para o colégio.

Nacaixa

A receita completa está aqui.

Comentários (0)

Passo a Passo Queques de Manga Laranja e Chocolate

Tags: , , , ,

Passo a Passo Queques de Manga Laranja e Chocolate

Publicado a 13 Fevereiro 2014 por Carla Rocha

Para comemorar o dia de amanhã, dia de S. Valentim, hoje a tarde foi passada, na melhor companhia possível, a cozinhar. Tive a ajuda preciosa da minha mini chef Joana. Esta ajuda, para além de cozinhar muito bem, permitiu que eu pudesse fotografar à vontade, o que confesso que nem sempre é fácil, pois cozinhar e fotografar ao mesmo tempo, tem os seus limites! Hoje foi mais fácil. 🙂

O planeado era fazermos uma bolachinhas para ela levar amanhã para o colégio. Assim foi… preparámos a massa das bolachas e mete-mo-la no frigorífico a descansar. Contudo como não consegue estar sossegada, a J andou a verificar stocks e encontrou formas de queques… ainda por cima cor de rosa… claro que começou logo a pedir para as usar.

Lembrei-me de uns queques que tinha feito há algum tempo. Precisava de sumo de laranja natural… não tinha, a alternativa… à falta de laranjas, usa-se sumo do sabor que há em casa, Manga Laranja foi a eleição. Ficaram então Queques de Manga Laranja e Chocolate.
Usar sumo industrial, pode-se fazer as combinações de sabor que mais gostarmos!!

Quem ficou a ganhar, foram os coleguinhas da J do 5º C, que amanhã vão ter um lanche mais doce. 🙂

Vamos então à receita…

Uma dica boa para tornar-mos a nossa vida mais fácil, é preparar todos os ingredientes logo no inicio.

Ingredientes

Primeiro deita-se o açúcar e o chocolate na batedeira, misturando suavemente.

Açúcar e Chocolate

De seguida adiciona-se os ovos, um a um, batendo entre cada adição.

Ovos

De seguida juntam-se os líquidos. Para ser mais fácil e, sujar menos louça, junta-se o sumo e o óleo no mesmo recipiente.

Liquidos

Por último, com a batedeira na velocidade baixa, junta-se a mistura da farinha e fermento em pó.

Farinha

Com a massa batida, prepara-se um tabuleiro com as forminhas e o papel frisado.

Formas

Segue-se a fase de encher as formas com a massa…

encher

enchendo até cerca de 3/4 da forma, de forma a puder crescer à vontade.

Formas

Levam-se a cozer ao forno pré aquecido… e passados 30 minutos

Queques

a casa está perfumada e temos uns lindos e deliciosos Queques.

A massa rendeu 27 unidades.

A receita completa está aqui.

Comentários (0)