Categorias | Enciclopédia, Etiqueta

Tags |

Como comer

Publicado a 29 Fevereiro 2012 por Carla Rocha

Muito embora a maioria das pessoas saiba como comer os alimentos, algumas vezes surgem dúvidas de como comer alguns deles.
Vamos dar uma descrição geral para a maioria e, depois faremos uma descrição mais pormenorizada dos alimentos mais habituais e de como os comer.

A regra geral, é que os alimentos moles se comam com o garfo, e os mais duros (como as carnes), com garfo e faca de carne, e o peixe com faca e garfo de peixe.

Consomés e sopas – as sopas, os caldos e os consomés, tomam-se com a colher. Serve-se o consomé numa taça própria, com duas asas, podendo optar-se por bebe-lo em vez de o tomar com a colher. A colher nunca se deixa dentro da taça, mas sim no prato que a acompanha. O os pratos como purés, cremes ou texturas similares, também se tomam com a colher. Se algum dos pratos, contiver pedaços grandes de algo, pode-se com o auxílio de uma faca e um garfo, cortar. Lembre-se que não é correcto inclinar o prato para ajudar a terminar o conteúdo do mesmo.

Verduras – embora os espargos, ainda se comam com a mão, cada vez mais se está a tornar habitual comê-los com o garfo, e se estão fibrosos, há que cortá-los com uma faca. As alcachofras, comem-se com as mãos, folha a folha até chegar ao coração, que se corta com o garfo. As ervilhas, são ‘carregadas’ no garfo, sem se ‘picarem’, podenso-se ajudar a empurrar com a faca, sem nunca a levar à boca. As cenouras cruas e verduras ‘duras podem necessitar de uma faca para serem cortadas. O resto das verduras e saladas, comem-se com o garfo.

Ovos – Os ovos escalfados, comem-se com uma colher de sobremesa. Os ovos fritos, comem-se com um garfo e assim podemos ‘molhar’ um pedaço de pão na gema, contudo o pão deverá de ser picado com o garfo. As tortilhas cortam-se e comem-se com o garfo, inclusive a tortilha espanhola de batatas. Qualquer outra forma de preparar ovos (mexidos, omoletas, etc. ), come-se com o grafo, apenas se tiver pedaços grandes de algo se pode auxiliar com a faca. Os ovos cozidos, são uma excepção, já que se necessitará de um garfo para segurar no ovo e de uma faca para o cortar, de qualquer outra forma não seria nada fácil cortá-lo.

Peixe e mariscos – A maioriados peixes comem-se com faca e garfo de peixe. Quando são servidos inteiros, tira-se-lhe a pele e as espinhas, e logo come-se com o garfo de peixe. Se é servido limpo, só se utiliza o garfo de peixe, tanto para o comer como para o partir. A poupa come-se com o garfo, ainda que em determinadas ocasiões (se o pedaço é muito grande) temos de nos auxiliar com a faca. Os moluscos com casca (amêijoas, mexilhões, …) despegam-se da concha, utilizando um garfo e levam-se à boca no mesmo. Em determinados casos, é mais fácil levar o molusco à boca na própria casaca, introduzindo ligeiramente (como uma colher) a casca na boca, mas sem solver. As Vieiras comem-se com o garfo. As ostras abrem-se com o auxílio de uma faca especial, e uma vez abertas despega-se o molusco com um garfo.
O marisco na sua maioria come-se com as mãos, auxiliando com martelos próprios, de formar a partir as partes mais duras do mesmo (como as patas). Se o marisco se serve já preparado (camarões descascados, rabos de lagosta ou lavagante, etc. ) come-se somente com o garfo. É conveniente que quando se sirva marisco, se ponha uns recipientes com água e limão, de forma a que se possa limpar os dedos. Como alternativa podem-se pôr umas toalinhas impregnadas com limão.

Carnes – todas as carnes comem-se com faca e garfo. Corta-se à medida que se vai comendo, e não toda a peça de uma só vez (só se corta na totalidade para crianças e pessoas mais velhas ou incapacitadas). Certas aves ou peças de caça, podem ser servidas inteiras. Se são muito grandes o anfitrião trincha e serve-as. Se são peças pequenas (como codornizes, passarinhos, etc. ) têm de ser trinchadas pelo próprio, com algum cuidado.
Primeiro separam-se as asas, logo a coxa e por último o peito. Pernas de carneiros ou similares cortam-se em fatias horizontais. Peças redondas, como Rosbife, cortam-se em medalhões (fatias grossas) com cortes verticais.

Sobremesas – a maior parte das sobremesas comem-se com talheres de sobremesa. Uns com a colher de sobremesa (gelados, sorvetes, cremes, mousses, saladas, …) e outros com o garfo (tartes, bolos, tortas, frutas cozidas, …). Só determinadas peças se comem com as mãos e de uma só vez (pasteis pequenos, bombons, …). A maior perícia vem com a fruta. Nos banquetes de gala há duas coisas, não se serve fruta e menos sem descascar e partir, e nas comidas não formais podemos permitir-nos usar as mãos. No obstante o correcto é utilizar os talheres de sobremesa. As frutas pequenas, como cerejas, comem-se com a mão. As frutas tropicais, comem-se muitas delas com uma colher, por exemplo a papaia.

Como se comem outros alimentos:
Caviar – colhe-se com uma colher e deposita-se numa tosta ou pão previamente untado com manteiga. (serve-se sobre o pão, mas não se espalma, mantendo as bolinhas inteiras).

Paté – Unta-se sobre tostas de pão ou pão de forma tostado, utilizando por regra geral, uma faca para o fazer.

Croquetes – cortam-se e comem-se com o garfo.

Aperitivos – depende da situação, isto é, em cocktail’s, brunchs e actos em que se permanece de pé, é costume comer com as mãos. Se a recepção é para estar sentado à mesa, os fritos e outros aperitivos comem-se com o garfo.

Gambas – as gambas ou similares descascam-se com os talheres, mas se não se estiver muito apto para o fazer pode-se utilizar as mãos. Se são servidas descascadas comem-se com o garfo de peixe.

Queijos – a maior parte dos queijos comem-se com os talheres de sobremesa. No caso dos queijos creme, untam-se como o paté.

Ostras – a maior dificuldade nas ostras, reside na sua abertura (enquanto mais frescas, mais difíceis são de abrir), por isso devem de ser sempre apresentadas abertas, numa bandeja, e colocadas sobre gelo picado. Comem-se com um garfo (às vezes um especial para ostras), com uma gotinha de limão ou uma pitada de pimenta (ainda que se possam servir com algum tipo de molho ou vinagre de estragão, o que não é normal). Qualquer ostra que esteja aberta, ou com a carne mole e leitosa, é melhor deixá-la. Se for necessário abrir ostras para os convidados, à parte de se ter força e manha, pode-se dar um conselho: pegue na ostra e introduza uma faca especial para o efeito, na parte mais fina da mesma (a zona do músculo). Mova a faca suavemente para os dois lados, e vá introduzindo a faca, até que se possa fazer força e abrir completamente (separando as duas conchas). Uma vez aberta, desliza-se a lâmina da faca por debaixo do corpo da ostra e desprenda a parte superior da concha, com cuidado para não a desfazer.

Saladas – comem-se com o garfo. Para servi-las tem de se fazer com uma colher e um garfo.
Alface e folhas em geral – Não se devem cortar folhas de alface ou de quaisquer outros tipos de folhas, mas se necessário você poderá rasgar a folha, para em seguida dobrá-la em forma de “trouxinha”.

Azeitonas – Se fizer parte do couvert, comem-se com a mão, devolvendo o caroço à mão em forma de concha. Quando a azeitona fizer parte do prato que foi servido, você devolverá o caroço no garfo, mas em ambos os casos você depositará o caroço no canto do prato, ou na caroçadeira que estiver à sua frente.

Batatas – As batatas cozidas, fritas e/ou assadas, devem de ser comidas com o auxílio do garfo, já as batatas “chips” podem ser comidas com o auxílio das mãos.

Pão – Na hora de comer o seu pedacinho de pão à mesa, saiba que não poderá cortá-lo com a faca e sim com a ajuda das mãos.

Sandes grandes – Deverão de ser comidas com auxílio do garfo, as pequenos poderão ser comidas com as mãos.

Frango – Não se deve comer o frango com as mãos, por mais descontraída que seja a ocasião. Se o frango estiver sendo servido à mesa, você comerá com garfo e faca, mas para não deixar as outras pessoas constrangidas poderá segurá-lo com as mãos, protegendo-as com um guardanapo de papel.

Macarrão (esparguete, taglietele) – Deve ser enrolado no garfo e comido com o auxílio de uma colher, segurada pela mão esquerda. Nunca se deve de cortar o macarrão para o comer.

Frutas – Frutas frescas na mesa é um hábito saudável, e para torná-lo mais saudável e agradável, vamos aprender como comer essas frutas (Obs.É necessário que se coloque uma tigelinha acima do prato da fruta e do lado esquerdo, dentro desta tigela estará a lavanda que deverá ser usada logo após que termine de comer a fruta).

Abacaxi – É apresentado em rodelas. Com o garfo e a faca coma-o aos pedaços, deixando a parte rija.

Abacate – Em reuniões íntimas, você deve de o comer com a colher de sobremesa. Mas se for apresentado inteiro, com a ajuda da faca deverá cortá-lo ao meio, tirando o caroço com a ajuda da colher e acrescentando açúcar se o desejar.

Laranja – Quando servida inteira e já descascada, come-se de garfo e faca, tirando os gomos. Se a laranja vier inteira, mas sem estar descascada, o procedimento correcto é: fixa-se o garfo no alto da fruta, e com o garfo vai-se descascando-a em pedaços, de cima para baixo.

Morangos – Os morangos graúdos necessitam de garfo e colher para que não escorreguem no prato. Quando servidos sem cobertura de chantilly, deverão de estar à mesa numa bonita travessa, sob raspas de gelo.

Manga – É cortada nos quatros lados do caroço, e comida com a ajuda do garfo e da faca: raspa-se a polpa da fruta com a faca para comer com o garfo.

Uvas – São comidas com os dedos. Com a mão em concha, retire as sementes da boca e deposite-as na beira do prato. Ameixas, cerejas e amoras comem-se da mesma forma.






http://www.paparoka.com/como-comer/

Deixe o seu comentário