Categorias | Bolos, Doces, Padaria, Receitas

Tags | ,

Folar de Olhão

Publicado a 07 Abril 2012 por Carla Rocha

Folar de Olhão

Folar de Olhão
Autor: 
Doses: 2
 
Ingredientes
  • 1 kg de farinha sem fermento
  • 250 gr de margarina
  • 3 colheres de sopa de banha
  • 300 gr de açúcar
  • 150 ml de água
  • 3 colheres de sopa de erva doce
  • 1 colher de sopa de canela
  • 2 ovos
  • 1½ envelope de fermento padeiro em pó (fermipan, royal - cada envelope tem 11gr)
  • Entre camadas:
  • 100 gr de manteiga
  • 75 gr de açúcar
  • 1 colher de sopa de canela
Instruções
  1. Faça um chá de erva doce com a água e a erva. Coe e reserve.
  2. Derreta a margarina com a banha. Reserve.
  3. Deite a farinha misturada com o fermento num alguidar e faça um buraco ao centro.
  4. Deite dentro a mistura da margarina e da banha, a canela, os ovos e o açúcar, comece a amassar.
  5. Vá juntando chá de erva doce até que a massa ganhe uma consistência que comece a despegar das mãos.
  6. Unte formas ou tachos de alumínio com um pouco de manteiga e disponha no fundo da forma ou tacho uma folha de papel vegetal.
  7. Prepare a calda para pôr entre cada camada, levando ao lume a manteiga com o açúcar e a canela.
  8. Retire porções de massa e molde discos no tamanho do diâmetro da forma que utilizar.
  9. Meta um pouco da mistura da manteiga e da canela no fundo da forma, tape com massa e prossiga assim, alternando mistura de manteiga com camadas de massa, até atingir cerca de ⅓ da forma.
  10. Leve a cozer em forno pré aquecido a 180ºC, até que verifique que que o folar começa a ficar douradinho por cima.
  11. Pode verificar com a ajuda de uma faca, se as laterais estão cozidas, afastando um pouco as mesmas do bordo da forma.
  12. Retire da forma, ainda quente, para um prato, deixe arrefecer um pouco e volte a virá-los para o prato onde os quer servir.
Notas
As quantidades indicadas dão para fazer dois folares médios ou três mais pequenos, depende do tamanho das formas que tem à sua disposição! Aqui em casa, desde sempre, que a minha avó os faz em tachos de alumínio que tem guardados para o efeito. Tem que se ter sempre muito cuidado, pois quando mais quantidade de 'recheio' se põe entre camadas, mais dificuldades o folar vai ter em cozer, ficando muito gorduroso e não crescendo. Ás vezes o menos sai melhor!

Folar de Olhão






http://www.paparoka.com/folar-de-olhao/

5 Comentários para esta publicação

  1. Filipa Says:

    Este folar deve ser uma tentação:)
    Uma Páscoa feliz:*

  2. Carla Rocha Says:

    De facto uma verdadeira tentação! Delicioso.
    Páscoa Feliz.

  3. Marisa Says:

    Olá Carla. Esta massa nao vai a levedar?

  4. Carla Rocha Says:

    Olá Marisa!!
    Não, de facto esta massa não leveda, vai logo ao forno.

    Bons cozinhados :-)

  5. Filomena Says:

    boa noite,
    Realmente é um pouco estranho essa massa não ir a levedar, a receita é muito parecida com os que a minha avó faz mas a dela leveda imenso. PAra já leveda o fermento de véspera , com um pouco de farinha. Depois leveda a massa depois de amassada até dobrar de volume. E depois de colocarmos as folhas nos tachos ainda deixamos levedar até que a massa comece a rachar. Só depois vai ao forno…

Deixe o seu comentário

Pontuação de esta receita: